Home      Contato      Mapa do site      Trabalhe connosco      RO   I   EN   I   ES   I   FR   I   PT

Microestacas

Microestacas

Microestacas

TERRATEST

Conceitos e características

Conceito e características As microestacas consistem em realizar no solo orifícios cilíndricos de pequeno diâmetro (entre 114 e 400 mm) nos quais é introduzida a estrutura metálica tubular, normalmente com um elevado limite de elasticidade (também é utilizado reforço com barras “armadura”). São unidas ao piso por meio de uma injeção por pressão de calda de cimento ou argamassa.

Procedimento

1. PERFURAÇÃO

A técnica utilizada para perfurar, para uma microestaca, depende basicamente do tipo de terreno envolvido. Embora existam vários procedimentos de perfuração, os seguintes são os mais utilizados:

- OD.
- ODEX.
- Rotação.
- Rotopercussão por martelo na cabeça.

Embora nalguns casos não seja necessário proteger o martelo face ao colapso interno do terreno, é comum utilizar uma camisa recuperável, bem como varrimentos com água e ar comprimido. Se o terreno não possuir estabilidade para a perfuração, poderá ser necessário utilizar tubagens de resíduos, as quais podem substituir ou complementar o reforço requerido. O orifício é lavado com água e/ou ar pressurizado. Se o reforço for tubular, o qual é o mais utilizado, entra no orifício após a lavagem ser concluída. O reforço com barras é introduzido após ser injetado cimento no orifício.

2. IINJEÇÃO DE CALDA DE CIMENTO

A injeção de calda de cimento é efetuada utilizando a técnica de bombeamento com circulação inversa para o cimento ou a argamassa.

Para o reforço tubular, o bombeamento é feito através do tubo, até ao fundo do orifício, e depois através do espaço anelar formado entre o mesmo e o terreno, deslocando consigo os detritos do orifício. Se a tubagem for o próprio reforço, a injeção de cimento é feita após a limpeza do orifício. Se for uma barra, a injeção de cimento é feita após a lavagem e a barra é introduzida imediatamente depois.

Aplicações

As aplicações são muitas, em particular todos os tipos de trabalhos que envolvam um espaço reduzido ou não seja possível usar máquinas grandes, devido ao seu peso excessivo:

- Reabilitação de todos os tipos de edifícios.
- Entivações ou contenções.
- Reforço das fundações em extensões de edifícios.
- Fundações profundas em pequenas parcelas de terreno.
- Contenções de fundações existentes na escavação de caves.
- Muros corta-água em espaços reduzidos.
- Estabilização da inclinação em estradas.
- Enfilagem para abertura de túneis.
- Fundações profundas no terreno não adequadas para a colocação convencional de estacas.


Obras

Micropilotes
Caja Burgos Museum of
Contemporary Art (Burgos)
Micropiles

Anchored Micropile Curtain for the“Caja Burgos” Museum ofContemporary Art (Burgos).

This site, like most uses cookies. If you continue browsing we understand you accept our cookies policy. OK | More information